Jornalistas começam campanha e fazem protesto por aumento salarial no Pará

 Jornalistas começam campanha e fazem protesto por aumento salarial no Pará

Jornalistas da TV Liberal em foto de terça-feira, 10, e em mobilização por aumento salarial

O Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor-PA) lançou, na terça-feira, 10, a campanha #JornalistasporSalárioseRespeito, que começou no Sinjor-SP, e pede que os jornalistas se vistam de preto nas redações. Pedido prontamente atendido pela redação da TV Liberal.

A postagem dos jornalistas da TV Liberal tinha a legenda: “Uma equipe que se dedica, que se arrisca, faz o seu melhor, também merece o melhor”.

A publicação do Sinjor-PA no perfil dele no Instagram é acompanhada pela seguinte legenda: “O momento agora é de pressionar os patrões, donos da mídia, para que apresentem um reajuste digno a jornalistas profissionais de todo o Pará. Chega de desrespeito! A proposta de 5,5% é uma afronta à categoria, que está desde 2018 com os salários congelados. Convocamos todas e todos a se vestirem de preto e publicarem fotos ou vídeos nas redes para fortalecer a nossa mobilização virtual. Marquem o @sinjorpa e o @mpt.paap, com a hashtag #JornalistasporSalárioseRespeito (emprestada do @jornalistassp). Sindicalizadas e sindicalizados, compareçam e participem da Assembleia Geral de sábado, dia 14 de maio, para juntos, definirmos um calendário de mobilizações pela reposição salarial. Reajuste já!”

Perdas salariais – A diretoria do Sindicato de Jornalistas do Pará (Sinjor-PA) convocou trabalhadoras e trabalhadores do grupo Liberal a participarem de mobilização virtual na segunda, 9, e na terça-feira, 10, para pressionar a direção da empresa a responder às reivindicações da categoria por um novo acordo coletivo. A contraproposta da empresa foi de reajuste de 5,5%.

As perdas salariais ultrapassam 24%, além da falta da progressão da carreira, não pagamento de horas extras, precarização do trabalho, e aumento da carga horária.

Apoio – A jornalista Regina Alves, professora aposentada do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Pará (UFPA) e ex-funcionária da TV Liberal, também prestou solidariedade aos jornalistas.

Regina escreveu: Trabalhada no pretinho básico em solidariedade aos companheiros jornalistas. #jornalistasporsalárioserespeito

Regina Alves não foge da luta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *