Prêmio Simineral de Comunicação divulga os trabalhos vencedores de 2022

 Prêmio Simineral de Comunicação divulga os trabalhos vencedores de 2022

O prêmio Simineral de Comunicação reconhece, valoriza e premia o talento de comunicadores, estudantes e produtores de conteúdos digitais

O Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral) realizou uma cerimônia virtual de entrega do Prêmio Simineral de Comunicação, nesta quinta-feira, dia 10, para reconhecer e premiar os melhores conteúdos produzidos para redes sociais, jornalísticos e empresariais sobre a mineração. O prêmio é uma realização do Simineral, com organização da Agência Eko e patrocínio da Vale e Mineradora Rio do Norte (MRN).

O prêmio Simineral de Comunicação reconhece, valoriza e premia o talento de comunicadores, estudantes e produtores de conteúdos digitais em três áreas: prêmio Hamilton Pinheiro de Jornalismo, prêmio Simineral de Conteúdos para Redes Sociais e prêmio Simineral de Conteúdos Empresariais.

Foram premiadas as melhores produções e reportagens que mostraram a importância da mineração, dentro do tema “histórias de transformação” e veiculadas entre 1 de janeiro de 2021 a 26 de janeiro de 2022. A proposta do tema foi o ponto de partida para que jornalistas e creators produzissem conteúdos sobre fatos e histórias que marcaram os últimos 15 anos do setor mineral no Pará.

A premiação marca, também, os 15 anos do Simineral. Toda a análise dos vencedores foi feita por um júri técnico, formado por profissionais com atuação no mercado e representantes da academia.

Segundo o presidente do Simineral, Anderson Baranov, o prêmio Simineral de Comunicação traz um recorte dos melhores trabalhos na área da comunicação dentro da proposta de mostrar a transformação que a mineração traz para a vida das pessoas. “Parabenizamos todos os participantes dessa edição”, disse.

Homenagens – A edição do prêmio em 2022 também contemplou veículos e profissionais em duas categorias especiais: prêmio Destaque Inovação e Comunicador do Ano. Receberam a honraria, respectivamente, o Diário Online – DOL, pelo pioneirismo e inovação na comunicação no Pará; e a repórter Célia Pinho, da TV Record, pela trajetória profissional desenvolvida pela jornalista.

A repórter Célia Pinho foi uma das homenageadas do prêmio Simineral de Comunicação

A celebração também realizou uma menção honrosa a Nelson Forte, in memoriam, pela sua grande atividade desenvolvida na comunicação empresarial e cerimoniais no Pará.

Premiação – O prêmio Simineral de Conteúdos para Redes Sociais destacou os melhores conteúdos produzidos para as redes por produtores de conteúdos digitais.

O prêmio Hamilton Pinheiro de Jornalismo reconheceu as melhores matérias produzidas por jornalistas e veiculadas na imprensa paraense e brasileira em Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo, Fotojornalismo, Jornalismo Digital – Reportagem 360º e Jornalismo do Futuro, uma categoria especial para estudantes de Comunicação Social, com distribuição de prêmios para os primeiros colocados entre todas as categorias.

A categoria Conteúdos Empresariais contemplou a mais criativa campanha institucional produzida por empresas para veiculação na web. O trabalho “Veropa mais lindo”, de Rafael Gomes, foi o vencedor.

Conheça os vencedores: PRÊMIO SIMINERAL DE CONTEÚDOS PARA REDES SOCIAIS

1º lugar – Rômulo Cassio Dias
Título do Trabalho: “A conservação da biodiversidade – Vale”

2º lugar – Paulo Petterson
Título do Trabalho: “Quinze anos em 28 anos Escola Dom Calábria e a História com o Simineral”

3º lugar – Trisha Guimarães (@acasacomoelaé)
Título do Trabalho: “Reutilizando Peças Em Alumínio”

PRÊMIO HAMILTON PINHEIRO:

CATEGORIA JORNALISMO DIGITAL
1º Lugar – Andressa Ferreira – portal DOL- Diário Online
Título: “PCDs na Mineração: inclusão gera conquistas no Pará”

Andressa Ferreira teve reportagem vencedora na categoria Jornalismo Digital

CATEGORIA TELEJORNALISMO
1º Lugar- Gustavo Ferreira – TV Liberal
Título: “Projeto incentiva reuso de água na mineração”

Gustavo Ferreira, da TV Liberal, com a reportagem vencedora em Telejornalismo

CATEGORIA JORNALISMO IMPRESSO
1º Lugar – Camila Moreira – O Liberal
Título: “Mineração na Amazônia: Investimentos em segurança e sustentabilidade”

Reportagem do jornal O Liberal Amazon vencedora na categoria Jornalismo Impresso, produzida pela jornalista Camila Moreira
Ana Carolina Matos escreveu a reportagem vencedora em Impresso “Mineração na Amazônia: Investimentos em segurança e sustentabilidade” em parceria com Andreia Almeida
Ândria Almeida parceira de Ana Carolina Matos na reportagem “Mineração na Amazônia: Investimentos em segurança e sustentabilidade”

CATEGORIA JORNALISMO DO FUTURO
1º Lugar – Jordan Navegantes – portal Roma News
Título: “Do ouro de Oxum à prata em Iemanjá; a relação dos metais com as afrorreligiões”

Jordan Navegantes foi o vencedor na categoria Jornalismo do Futuro, pelo portal Roma News

CATEGORIA FOTOJORNALISMO
1º Lugar: Tarso Sarraf – O Liberal
Título: “Mineração na Amazônia: Investimentos em segurança e sustentabilidade”

Foto de Tarso Sarraf, vencedora do prêmio Simineral de Comunicação categoria Fotojornalismo
Tarso Sarraf foi o vencedor da categoria Fotojornalismo

CATEGORIA RADIOJORNALISMO
1º Lugar: Iolanda Kinoshita – rádio CBN Belém
Título: “Mineração e Sustentabilidade”

Iolanda Kinoshita da rádio CBN Belém

Com informações da agência Eko

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *