Jornalistas paraenses na revista Piauí, V Fenecan e mais um bebê jornalistinha

 Jornalistas paraenses na revista Piauí, V Fenecan e mais um bebê jornalistinha

É muito bom mostrar notícias boas. E nossos coleguinhas estão nos dando bons motivos para celebrar.

Revista Piauí – A edição da revista Piauí, número 183, deste mês de dezembro, traz uma reportagem assinada pelo jornalista Alan Bordallo, com fotos de Raimundo Paccó, contando a história da Festa da Menina Moça, ritual tradicional do povo Tembé, conhecido como Festival do Moqueado, na região nordeste do Pará, no alto rio Guamá. A reportagem, realizada em agosto deste ano, também mostra como a aldeia Tekohaw conseguiu se blindar contra a covid 19 com um rigoroso protocolo sanitário e comportamental.

Paccó já adianta “É a primeira matéria de muitas que vamos fazer para a revista [Piauí] na Amazônia”, anunciou.

Capa da revista Piauí deste mês de dezembro, com reportagem de Alan Bordallo e fotos de Raimundo Paccó

Fenecan – A jornalista Rosa Borges está em Canaã dos Carajás, região sudeste do Pará, fazendo a cobertura jornalística da V Feira de Negócios de Canaã dos Carajás (Fenecan). São três meses de feira interativa, com lives maravilhosas. Eala está tendo a a oportunidade de participar de entrevistas com o cantor e compositor Toni Garrido, que fez show no Dia da Consciência Negra, dia 20 de novembro passado; e com Geraldo Rufino, o ex- catador de latinhas que se tornou um grande empresário.

A V Fenecan segue até o dia 31 de dezembro, sob o tema “Fazendo negócios com um clique”, com diversos shows, palestras, eventos temáticos e campanhas promocionais no comércio local, com o objetivo de atrair clientela e auxiliar os comerciantes a fecharem negócios por meio de plataformas digitais.

Rosinha está em Canaã dos Carajás cobrindo a V Fenecan
Rosinha e o empresário Geraldo Rufino
Rosinha entrevistou Toni Garrido, vocalista do grupo Cidade Negra, convidado da V Fenecan

Bebê – O fotojornalista Uchôa Silva é o feliz papai da Ayla Maria, primeira filha dele. A menina nasceu em 18 de setembro, com 2,660 kg e 48 cm. Papai Uchôa e mamãe Jô estão caducando com a mocinha, que já nasceu com bossa de futura pandawan e que irá dominar toda a Galáxia, como uma poderosa Jedi.

Quem tem pai fotógrafo, né, mores?
Ayla Maria quando completou dois meses, como uma verdadeira Jedi
Ayla Maria com mamãe Jô e papai Uchôa

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *