O Liberal estreia na quinta-feira, 11, “Somente a Verdade”, série com foco em jornalismo policial

 O Liberal estreia na quinta-feira, 11, “Somente a Verdade”, série com foco em jornalismo policial

A série documental “Somente a Verdade” estreia na quinta-feira, 11, no portal O Liberal

Na quinta-feira, dia 11, estreia em no portal https://www.oliberal.com/ a série original em audiovisual “Somente a Verdade: Histórias de Polícia”. Serão cinco episódios mensais.

Os episódios ficarão disponíveis na área de vídeos LibPlay, em OLiberal.com. Cada minidocumentário contará um caso policial marcante no Pará e que recebeu cobertura jornalística dos veículos de comunicação do Grupo. A iniciativa integra a série de ações especiais que marcam os 75 anos do jornal O Liberal, celebrado em novembro de 2021.

Veja o teaser:

O primeiro episódio será “São José e os Libertos: a história de ninja”, que contará a trajetória de José Augusto Viana Davi, uma pessoa “violenta de DNA”, como dizem relatos de quem conheceu e viveu a história da rebelião no antigo presídio São José, que hoje é um museu e Polo Joalheiro, São José Liberto.

Com detalhes, o primeiro episódio da série vai abordar as diversas instalações que o então presídio já teve e os mistérios que ainda rondam o local. A produção conta em detalhes os relatos dos bastidores por quem acompanhou de perto a rebelião, como a diretora do presídio na época, Giani Salzer; do agente prisional que fez parte do motim, Favacho; e com jornalistas como o repórter Dilson Pimentel e o fotógrafo Cristino Martins.

A iniciativa do grupo Liberal tem como produtora a agência REC e Pascoal Gemaque, editor da TV Liberal, como jornalista responsável pelo roteiro, apuração e edição, além de Vinícius Macêdo na produção. A direção geral é de Daniel Nardin. “Apesar de ter a internet, demorou um tempo para documentar tudo. Mesmo conseguindo várias informações, buscamos a melhor fonte, que foram as pessoas que vivenciaram os fatos. Durante as entrevistas, muitos relatos se tornaram inéditos e tivemos que modificar o roteiro original”, pontua Pascoal.

Pascoal Gemaque comanda produção documental sobre crimes famosos no estado do Pará
Vinícius Macêdo está na produção dos minidocumentários

Nos próximos episódios, entre os diferentes casos que serão abordados na primeira e nas temporadas seguintes, está a história de Quintino da Silva Lira, a morte do então deputado Paulo Fontelles, do deputado João Batista, o caso dos “irmãos Mapará”, o “Monstro da Ceasa”, entre tantos outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *