Sem a visibilidade que acha que deveria ter, prefeita de Marituba exonera jornalistas

 Sem a visibilidade que acha que deveria ter, prefeita de Marituba exonera jornalistas

Prefeita de Marituba, Patrícia Mendes (Republicanos), está metendo os pés pelas mãos

A Região Metropolitana de Belém (RMB), e as suas três principais cidades, Belém, Ananindeua e Marituba, está tendo sérios problemas com gestores e quem faz a sua comunicação. Como já falamos aqui, a assessoria de comunicação de Belém é aquela coisa, toda aparelhada pelo “partido”, no caso, o PSOL. Em Ananindeua, é aquela história que reportamos aqui, com a “mamacita do mal”, Jackie Carrera. Mas em Marituba, o problema, mesmo, é a prefeita Patrícia Mendes (Republicanos).

São tantos problemas, que o que mais espanta é foi iniciado apenas o nono mês de gestão desses prefeitos, que começaram o mandato em 1 de janeiro de 2021.

Topo de página do site da Prefeitura de Marituba

Mas vamos ao case Marituba. Nesta quarta-feira, 1, depois de muito insistir que a Prefeitura de Marituba tinha que ter uma conta no Twitter – que foi criada na segunda-feira, 30 -, Patrícia achava que essa mídia lhe daria muita visibilidade e alguns “assessores” lhe emprenharam o ouvido, afirmando que o Twitter era tudo que Marituba precisava ter para “aparecer”, o que não é bem assim. Nesta manhã, num rasgo de autoritarismo, Patrícia exonerou quase todos os profissionais da comunicação, a começar pela jornalista Elck Oliveira, que coordenava esse setor, desde janeiro.

O tão ansiado Twitter da Prefeitura de Marituba

Patrícia – Todos sabemos que Marituba não dá muita sorte com prefeitos. Depois de anos de gestões de Antônio Armando, parecia que as coisas mudariam de figura, quando uma mulher foi eleita para o cargo, em 2020. Não é bem assim. Logo nos primeiros dias de mandato, Patrícia se armou de uma marreta e destruiu uma escada, colocada pela gestão anterior, que dava o acesso direto, pela parte de trás, à sede da Prefeitura. Rendeu holofotes? Rendeu! Mas acabou nisso.

Mas Patrícia não se ajudava. Ela entrava muda e saía calada das lives de Helder Barbalho (MDB) sobre a segunda onda de Covid-19, nos primeiros meses deste ano. Quem viu as entrevistas se perguntava se Helder não faria a gentileza de dar voz à prefeita.

IGEPREV – Meses atrás, a Prefeitura de Marituba se viu às voltas com um contrato de muitos milhões com a banca de advocacia Mendes & Mendes, que tem como um dos sócios o atual presidente do IGEPREV, Giusepp Mendes. Foi um escândalo descoberto pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e a Prefeitura teve que voltar atrás e cancelar o contrato.

Segundo fontes, a Prefeitura de Marituba, nesses 9 meses, não conseguiu, sequer, fazer a licitação de uma agência de publicidade para atender às demandas da entidade.

Aglomeração – Um vídeo recebido pela reportagem do portal Roma News no dia 25 de maio passado, mostra a prefeita de Marituba, Patrícia Mendes, em uma aglomeração no município. Segundo a denúncia, as imagens teriam sido feitas em um bar na na sexta-feira anterior, 21, e mostram a prefeita em meio a um grupo, bebendo e dançando, mas ninguém usa máscara. 

Aterro sanitário – Mas o pior começou na segunda-feira, 30, quando foi anunciado que o Aterro Sanitário de Marituba terá continuidade até agosto de 2023, depois de um acordo intermediado pelo Ministério Público do Pará. A prefeita disse que irá recorrer da decisão, visto que a população de Marituba não suporta mais conviver com o lixão em que se transformou o aterro, que recebe lixo de Belém, Ananindeua e Marituba. Fontes próximas afirmam que houve um “acerto” – leia-se milhões – do Governo do Estado com a Prefeitura de Marituba, e que Patrícia vai recorrer, mas só para fazer figuração.

E assim continua a história que todos conhecemos de que a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco. A comunicação é sempre “a culpada” pelos desmandos dos gestores. E dessa forma, jornalistas, mesmo fazendo um bom trabalho, ficam desempregados. E segue o baile.

NOTA DA EDIÇÃO 1: A jornalista Elck Oliveira fez o seguinte esclarecimento sobre a saída dela da comunicação da Prefeitura de Marituba. “Oi, Dedé, boa noite, só pra esclarecer algumas coisas: A prefeita não me exonerou, entreguei o cargo a ela ontem [dia 31], por motivos pessoais. Sobre o Twitter, essa história não existiu, a reativação do perfil foi um movimento natural da própria equipe de comunicação, por entendermos a importância dessa ferramenta na atualidade. Sobre os outros pontos, não tenho conhecimento, por isso, não vou opinar”.

NOTA DA EDIÇÃO 2: Vou manter as informações que recebi que, inclusive, citam nomes. O que aconteceu em Marituba, na verdade, é a conhecidíssima “puxada de tapete”, o que inclui uma assessora direta da prefeita e um áudio “X-9” que chegou até Patrícia.

15 Comments

    Avatar
  • Oi, Dedé, boa noite, só pra esclarecer algumas coisas:

    A prefeita não me exonerou, entreguei o cargo a ela ontem, por motivos pessoais.

    Sobre o Twitter, essa história não existiu, a reativação do perfil foi um movimento natural da própria equipe de comunicação, por entendermos a importância dessa ferramenta na atualidade.

    Sobre os outros pontos, não tenho conhecimento, por isso, não vou opinar.

      Dedé Mesquita
    • Obrigada pelos esclarecimentos, Elck. Já foram adicionados na postagem.

  • Avatar
  • BOA NOITE
    NOTÍCIAS DÃO CONTA QUE A SECRETARIA DE SAÚDE E SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO POR COMPRA SEM LICITACAO NOS VALORES APROX 1.200.000.00 EMPRESA NÃO EXISTENTE E PARA MASCARA MUDARAM O ENDEREÇO.
    AGUARDE QUE COM ESSA PODE DÁ IMPEACHMENT.

      Dedé Mesquita
    • Esperamos que o Ministério Público do Pará cheque essa informação e tome providências. A denúncia é grave.

  • Avatar
  • Início de governo cheio de problemas! Somente à SEIDUR – secretaria que o marido da gestora manda e desmanda – já foram repassados mais de 50 milhões de reais, no entanto não se vê obras pela cidade.

  • Avatar
  • Isso tudo é resultado de trazer pessoas de Belém para trabalharem na gestão, pessoas que falam mal de Marituba, que não conhecem a cidade e assumem esses DAS só apenas pelo dinheiro. Agora taí não fazem o trabalho direito e quando são exonerados ficam detonando a prefeita

  • Avatar
  • O que a globo não mostra é que a panelinha da fofoca da comunicação de Marituba é quem tocava o terror dentro do gabinete da prefeita. Coagindo servidores e constrangendo as pessoas do município que trabalham na gestão. Eles se acham o que há de melhor pq vieram de Belém e ficam desmerecendo os verdadeiros filhos da terra!!!!

  • Avatar
  • Intriga da oposição. Quem é morador de Marituba sabe o quanto a nossa Prefeita está trabalhando e vendo as obras que estão acontecendo aqui. E é incrível o quanto isso incomoda o povo alheio. Por isso, o quanto mais falam dela, mas ela trabalha pelo povo.

  • Avatar
  • Fazendo muitas obras? Ondeeee??? Nasci em Marituba tenho 39 anos, sou motora de aplicativo e ainda n achei essas obras.

  • Avatar
  • Moro em Marituba desde que nasci, há 39 anos. E ainda nao vi “essas” obras que ela está fazendo Kkkk e olha que sou motorista de aplicativo. Ou seja, ando em quase todos os bairros daqui.

  • Avatar
  • Oi Dedé! O que talvez você não saiba é que em Marituba também tinha um projeto de mamacita do mal que ninguém sabe de onde saiu, mas que estava querendo subir de cargo a qualquer custo, puxando o tapete e humilhando os colegas. Mas como peixe morre pela boca, foi por causa de sua falta de postura que a máscara da projeto de mamacita caiu e ela mesmo saiu envergonhada. Toda a história tem 2 lados, cada um acredita no que lhe convém!

  • Dedé Mesquita
  • Olha! Valeu pela informação. Todos sabemos que a história tem dois lados. Obrigada pela contribuição

  • Avatar
  • Jornalismo Marrom! Essa Dedemesquita não tem credibilidade pra falar de ninguém.

    Patrícia Mendes, está trabalhando incansavelmente por toda Marituba!!! Nunca ninguém viu tanto trabalho em tão pouco tempo de gestão!
    Uma Mulher de Garra, que atende todos independente de período eleitoral…
    Ela me Representa #ForçaPraTransformar

  • Dedé Mesquita
  • “Jornalismo Marrom”. “Essa Dedé Mesquita não tem credibilidade pra falar de ninguém”… Acho muito bacana ver o fervor de quem defende os SEUS cargos comissionados, o seu bom salário que é recebido no final do mês. Continue assim. Vais “crescer” na gestão de Patrícia PPP. Obrigada pela audiência. Abração.

  • […] No início deste mês de setembro, este site publicou reportagem sobre a demissão em massa promovida pela ‘prefeita PPP’ (Patrícia Prefeita Prefeita), Patrícia Mendes (Republicanos), a gestora da Prefeitura Municipal de Marituba, Região Metropolitana de Belém. Veja aqui: Sem a visibilidade que acha que deveria ter, prefeita de Marituba exonera jornalistas. […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *